Decisões

De volta ao Brasil depois de dias perfeitos na Europa, voltei com a certeza vinte vezes maior de que tinha que morar em outro país, nem que fosse para me decepcionar.

Não conheço lá muitos países, mas a Espanha, mais especificamente Barcelona, conquistaram meu coração.

Decide que de alguma forma ia para lá.

Já que estou me formando esse semestre, pensei que uma ótima alternativa seria um mestrado na minha área, comunicação.

Meu grande sonho era fazer o Master de Periodismo do El País em Madrid, mas meu encanto por Madrid acabou no segundo que pisei lá. Não sei se foi o calor insuportável ou algumas raivas que tive, mas acabei de decepcionando bastante com a cidade. De qualquer forma, pretendo voltar e ver a Madrid que todos tanto falam. De preferência no inverno.

Pesquisei muito e encontrei um mestrado perfeito na Universidad Autonoma de Barcelona: Periodismo de Viajes. Não é lá tão caro mas ainda assim, impossível para meu bolso. Para piorar, bolsas são praticamente inexistentes. Pagar o curso e me manter, só se ganhasse na loteria.

Isso me perturbou durante muito tempo. Era uma tristeza e agonia infinitas. Não sabia o que fazer da vida mas sabia muito bem o que queria.

Mas calma, a situação piora. A pré-matrícula dos cursos geralmente começa antes das férias de verão, ou seja, em junho. E só descobri isso em setembro, quando retornaram e responderam meu e-mail que havia sido enviado em agosto.

Barcelona 2014 era um sonho morto e enterrado. Eis que entra em ação o plano Barcelona 2015.

Mas a grande aflição volta. Como vou conseguir dinheiro até lá? Nem que eu trabalhasse na Globo ia conseguir juntar dinheiro suficiente para viver um ano na Espanha.

Eis que me surge uma ideia de girico de arrumar um emprego na Alemanha de qualquer coisa, já que na Espanha não há trabalho, e juntar dinheiro.

Fiquei um tempo firme nessa ideia até descobrir que as coisas não são tão fáceis assim. Há a questão de visto, do idioma e tudo mais. Eis que volto a estaca 0.

Um belo tarde na praia, numa tentativa frustrada de surfar, eis que um amigo meu fala: Yuli, porque você não busca uma alternativa mais fácil? E como se fosse mágica, aconteceu um daqueles momentos que você tem aquele insight e fala: COMO NÃO PENSEI NISSO ANTES?

Naquele instante, lembrei do programa de Au Pair. Nunca pensei em ser au pair na vida, nunca mesmo passou pela minha cabeça, mas apesar de todo o receio, resolvi pesquisar sobre o assunto.

Decidida a apostar no programa, comecei a minha busca, assunto do próximo post.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: