Mais um (desabafo)

Bem, no último post falei sobre o meu atual problema.

Mas problema que é bom não vem sozinho, traz mais uns dois ou três amiguinhos para acabar de vez com sua paciência.

Sou e sempre fui muito ansiosa. Esse semestre está sendo um dos mais difíceis em todos os sentidos. Tenho que dar conta de muita coisa e ainda tentar descobrir o que vai ser da minha vida ano que vem.

Só tenho 20 anos. Sei que tenho tempo suficiente para errar e acertar inúmeras vezes maaaaaas isso nunca funcionou comigo. Sempre fui de botar as coisas em prática. Esperar para quê? Cada dia perdido é um arrependimento futuro.

Sinto que estou tão próxima de conseguir o que eu quero mas ao mesmo tempo tem mil coisas atrapalhando meu caminho. É inevitável mas você começa a se sentir para baixo e desmotivada. Graça a Deus tenho quem me dê apoio e me diga que “vai dar tudo certo”, mesmo que seja mais uma torcida do que uma certeza.

Hoje está sendo um daqueles dias que largar tudo, chorar e correr para minha mãe, ou simplesmente dormir e acordar com meus problemas resolvidos.

Não, meus problemas não são graves. Não vou morrer por causa deles. Acontece que quando você meche com sonhos (e ainda mais sonhos antigos, que você passou a vida inteira tentando realizar, e finalmente vai conseguir) qualquer coisinha já te desanima.

Estou a beira de um ataque de nervos. Tanta coisa, tão pouco tempo. Antes tivesse só problemas de passaporte/visto para resolver.

Ainda tenho que me formar e mesmo sabendo que já está tudo encaminhado sempre fico com a sensação de que falta alguma coisa e vai dar tudo errado, que não vou conseguir. Tento pensar em outras coisas, fazer listas do que falta fazer, mas nem isso me acalma.

Minha mãe, a única pessoa que pode me dar apoio, também está cheia de problemas para resolver e eu não quero incomodá-la.

Não sei… mas é como dizem. Nada como um dia após o outro. Espero reconquistar minhas forças e resolver tudo isso.

Image

 

Foto: WeHeartIt

Advertisements
Tagged , , , , ,

Alegria de pobre dura pouco

Por onde eu começo? Bem, ontem foi um dia muito feliz. Só que sempre tem alguma coisa para estragar.

Meu passaporte vai vencer em maio do ano que vem e eu simplesmente não pude requerer outro.

Fiz isso ontem. O problema foi quando fui agendar para ir fazer o passaporte, só há vagas no fim de janeiro.

Aí começou meu desespero/depressão. Olhei as cidades perto e há vagas em João Pessoa.

Até posso ir para lá, o problema é voltar lá para pegar. Moro em Natal atualmente, mas no fim do ano, volto para Fortaleza.

E são 740 km até João Pessoa de lá. Só jesus na minha causa… Eu não me incomodaria de ir, na verdade.

Preciso desse passaporte logo para poder dar entrada no visto que demora no mínimo dois meses para ficar pronto e tenho que ir para a Alemanha em Março.

Mandei um e-mail para a mãe explicando e vamos ver o que ela diz.

Tou aqui arrasada. Termina um drama e começa outro.

Tão perto mais tão longe de conseguir o que eu quero.

Só me resta torcer para que dê tudo certo.

Tagged , ,

FEEEEEEEEUERWEEERRRRRRRRKSSSSSS

Imagem

O que falar desse dia que mal começou (acordei agora) e já curto pakas?

Como tinha combinado, fiz skype agora com a família de Düsseldorf.

Lá estava a mãe com seu pequenininho. Ela começa a pedir desculpas por ter “sumido” e então fala:

“Queria muito falar com você pois … gostaria de … te convidar … para morar um ano com a gente na Alemanha”

E é nesse momento que a pessoa que vos fala falece.

Ela já vai mandar o contrato amanhã. Meu deus, já tou enlouquecendo!!!

Enfim, vim compartilhar essa alegria. AMÉM!

Düsseldorf, HERE I COME.

Tagged , , , ,

FIIIIIIIIIIREWORKS

Já que as coisas estão demorando, tenho que comemorar as pequenas alegrias.

Acabo de olhar meu email e surpresa dupla.

#1: a mãe de Düsseldorf quer me apresentar para o pai 😀 😀 😀

#2: uma família linda de Konstanz que encontrei hoje, mandou mensagem. Na verdade, eles não escreveram nada, só mandaram a resposta automática, dizendo que tinham gostado do meu perfil. Pero algo es algo eh!

Acho que não disse ainda, mas Konstanz é a cidade onde meu amigo alemão – que tá me ajudando com as famílias – mora/estuda.

Conhecer alguém na cidade tem lá suas vantagens. Mesmo assim, tira todo aquele gostinho de estar perdido (que eu adoro).

Enfim, vamos ver no que dá! Só vim aqui mesmo compartilhar essa felicidade. Dei piruetas hahaha

Konstanz é uma cidade pequena mas é uma cidade universitária. Não preciso dizer mais nada.

Imagem

Vista do Lago de Konstanz (Foto: Djibnet)

E seja o que Odin quiser!

Tagged , , , , ,

E bate o pessimismo

Desde que entrei no Aupair-world já recebi várias mensagens mas até agora não tenho certeza de nada.

Bem, a família de Baden-Würrrtemberg “deu certeza” mas nunca mais falaram comigo.

Continuei conversando com outras famílias mas até agora, não tive uma resposta concreta e fico com um pouco de medo.

Minha família favorita, a de Düsseldorf, sumiu. Ontem, enviei um email para eles e a mãe me disse que ainda não havia tomado uma decisão ainda. As crianças estão doentes e eles estão sem tempo de pensar no assunto. Só vou ter uma resposta semana que vem.

Esses dias uma família de Grasbrunn (distrito de Munique) falaram comigo. Trocamos algumas mensagens e ela ficou de me dar uma resposta mas até agora nada. Eles só tem um filhinho (lindo).

A cidade é bem pequena mas fica a 20 minutos de Munique. E bem, a Baviera é aquela coisa linda.

Imagem

Foto: Distinctly Deutschland

Apesar de ser das regiões mais caras, nada grita mais ALEMANHA que a Baviera.

Bem, agora há pouco recebi um email de uma família (não sei de onde são). O pai é italiano e a mãe é peruana. Eles estão procurando uma au pair que fale espanhol e por alguma razão uma brasileira também. Respondi em espanhol e vamos ver o que eles respondem.

A família de Düsseldorf continua sendo minha favorita, apesar de tudo. Mas vamos esperar…

Preciso largar desse pessimismo, alguma família vai ter que dar certo.

Tagged , , , , , , , ,

Será que vai?

Acabei de conversar com a mãe de Düsseldorf. Um amor de pessoa. Explicou tudo pra mim, muito atenciosa.

Muito educada também e simpática. Gostei muito.

Falou sobre o curso, sobre as tarefas diárias, alimentação, enfim, fiquei mais animada ainda.

Ela me disse (e já era de se esperar) ela tem que decidir entre quatro meninas. Eu e outras três.

Acho que fui bem na entrevista. A conexão estava péssima mas conversamos por uma hora.

Algumas horas depois, estava eu fazendo minha atividade de ética, quando ela começa a me chamar no skype.

Eu desesperadamente dou um pulo da cama, me recomponho e lá está ela, e os três filhos.

Liiiiiiindos! Os dois mais velhos estavam pulando e gritando, bem louquinhos e o bebê calminho no colo da mãe.

Muito fofinhos ❤

Agora é esperar até o fim de semana e ter a grande resposta.

Vamos lá!

Descobri hoje que uma amiga minha também está querendo ser au pair e está procurando famílias. Fiquei bem feliz por ter uma companheira aqui perto, quando a maioria dos meus amigos acha que estou ficando louca. 🙂

Cruzei os dedos e vamos lá!

large

(Fonte: WeHeartIt)

Tagged , , , , , ,

Novidades

Ando falando com a família de Düsseldorf. Já puxei a ficha deles e eles parecem ser boas pessoas. Ou seja não vão me traficar pra Turquia.

Eles ainda são super educados comigo e vamos nos falar esses dias pelo skype pela primeira vez.

Enquanto isso, em Fortaleza, minha mãe nem sonha ainda que estou falando com essa família.

Não sei o que ela vai achar mas com certeza não vai me impedir e ainda vai me ajudar.

Não foi fácil convencê-la dos meus planos. Mas ela acabou conhecendo mais sobre o que é ser au pair e foi aceitando.

Ando bem empolgada com essa família, principalmente por morarem em uma cidade grande.

Eles já tiveram dois au pairs. O primeiro inclusive era HOMEM e isso me fez gostar mais ainda deles, pois significa que eles não tem frescuras.

Estou superansiosa para falar com ele e oxalá começar a ajeitar as coisas para ir em março.

Mesmo animada, sendo tento manter os pés no chão e não me abater se der errado. Continuo ativa no Aupair-World e analiso todas a propostas.

Bom, enquanto morro de ansiedade, vou procurando informações sobre Düsseldorf.

Segundo a Wikipedia, 217,0 km², maior que Natal e menor que Fortaleza, ou seja tamanho ótimo, em extensão. Agora em desenvolvimento, não preciso nem dizer.

(Foto: Alejandro Muñiz Delgado/Flickr)

Imagem

Uma coisa que acho que não vou gostar (ou até goste) é o clima.

A temperatura não passa dos 22ºc NO VERÃO!

Mas tudo bem, a gente se acostuma. E ainda dá para usar as roupas de inverno, que aqui é impossível.

Enfim, são mais vantagens que desvantagens.

Beeeeem, quando falar com a família, conto mais.

Tagged , , , , , , ,